domingo, maio 19Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Porquê que o Coringa não mata o Batman? Versão Gotham Parte 2.

Na parte 1 dessa minissérie, que é mesmo mini porque, só tem dois artigos, e, eu acho que deveria ser duologia, mas não é filme nem livro, então fica mesmo minissérie, continuando.

Na parte 1 dessa minissérie falei um pouco a premissa da série Gotham, e falei o porquê de, segundo a série, o Batman não matar os seus inimigos.

Então, hoje volto com outra questão que muita gente se faz, visto que muitas vezes, nos filmes, animações e quadrinhos, o Coringa ou Joker para os mais fiéis, teve a chance de eliminar o Morcego para sempre, mas eu vou explicar à vocês porquê que não o faz.

Lembrando que isso não é universal, em vários momentos e versões dos personagens o Coringa chegou a matar o Batman.

Existem duas principais formas de explicar isso:

Veja também

Veja também  Discovery vai acabar com Arrowverse, CW cancela Legends Of Tomorrow e Batwoman

1 – Diversão

Porque Coringa não mata o Batman.
Coringa de Jared Leto e Batman de Ben Affleck

Várias vezes o Coringa se referiu ao Batman como seu melhor amigo, isso mesmo, para o Coringa, o Batman, é a única coisa que dá sentido a sua vida, e embora esteja sempre a arruinar os seus planos, o Batman lhe diverte com essa rotina de gato e rato.

É doente, mas o que podíamos mais esperar dele?

2 – Amizade

Coringa de Jeremiah Valeska

É semelhante a 1ª, mas com uma explicação mais doentia. Em Gotham, a versão do Coringa de Jeremiah Valeska, desenvolveu uma afeição, um tanto estranha por Bruce Wayne, acreditando que os dois eram parte de um destino maior.

Por isso, várias vezes tentou levar Bruce para o lado negro, atacando quem lhe era mais próximo e até usando a cidade como moeda de troca para que se juntasse à ele.

O Coringa de Jeremiah, foi com certeza um dos melhores para alguém naquelas circunstância e apesar de ter desandado um pouco do objectivo inicial, mostrou que ser mau não basta, tem que se ser também impiedoso.

Veja também  Desperados, uma obra da Netflix injustiçada!

Assim como acontece com Batman, o Coringa de Jerome (Coringa original de Gotham), acreditava que O Coringa não era uma pessoa, mas sim uma identidade que a pessoa assumia, quando atingisse o limite da insanidade, o que ele provou transformando o seu irmão no Coringa 2.0.

É isso, espero que tenham gostado do artigo, e agradecia que partilhassem com familiares, amigos e se puderem com os Marvetes. Na quinta-feira tem artigo novo, e vamos falar sobre Stargirl.

Deixe um comentário e siga-nos nas redes sociais para estar actualizado!

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *