segunda-feira, julho 15Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Sandman: O Mestre dos Sonhos continua entre as séries mais assistidas de Agosto na Netflix. Análise da 1ª temporada.

A 1ª temporada de Sandman: Mestre dos Sonhos já está disponível na Netflix, e é uma surpresa agradável para todos os fãs.

A notícia da adaptação dos quadrinhos de Neil Gaiman pela Netflix, foi alvo de muitas  críticas, sobretudo pela pouca confiança que os fãs tinham de que a série poderia funcionar, ou ainda os receios de que esta não fosse fiel a obra original.

Bom, a gigante do Streaming mostrou que as coisas não são bem assim. Apesar dos fracassos  em que as últimas adaptações produzidas pela Netflix acabaram por se tornar, com especial ênfase para a as adaptações inspiradas na franquia da Capcom, Resident Evil, dessa vez as coisas foram bem diferentes.

O que acontece em Sandman?

A série segue Morfeu, um dos seres mais poderosos do plano existencial e que é responsável pelos sonhos e pesadelos, é sua tarefa criá-los e coordená-los.

O Eterno também conhecido pelo nome de Sandman, é obrigado a viajar até ao mundo desperto, depois de aperceber-se de que um dos seus sonhos (pesadelo), tem estado a aproveitar-se dos humanos e com isso vem destruindo o equilíbrio entre o seu mundo (o sonhar) e o mundo desperto.

Veja também  Discovery vai acabar com Arrowverse, CW cancela Legends Of Tomorrow e Batwoman

Na tentativa de capturar o pesadelo, Morféu é apanhado durante um ritual mágico e acaba por ficar presopor 130 anos.

Depois de conseguir finalmente fugir, Morféu descobre que o Sonhar está em ruínas e que a sua prisão teve implicações graves aos humanos, visto que alguns deles deixaram de poder sonhar, e outros caíram no sono após a sua captura e não voltaram a despertar.

Agora em liberdade, o Mestre dos Sonhos procura recuperar o seu poder, reconstruir o seu mundo, e capturar os seus subordinados desleais, mas a sua tarefa é dificultada a cada arco que a série apresenta.

A adaptação de Sandman pela Netflix teve a produção de Neil Gaiman, que sempre deixou claro que a série seria uma visita agradável ao mundo original introduzido pelos quadrinhos, e não foi diferente.

Crítica e Recepção da série

A série é uma deleite quer para os fãs dos quadrinhos, como para aqueles que a vêm pela primeira vez. Conta com actores que mergulham profundamente nos seus personagens e nos conquistam pelo seu carisma e performance.

Veja também  DC Fandome, a Comic-Con da DC!

Por ser algo que se aproxima, e muito, das séries inspiradas em heroverse, muita gente contava com efeitos fracos e CGI decepcionantes que muitas produtoras têm atirado ultimamente, mas surpreendentemente a série traz efeitos agradáveis e não os usa em excesso.

A série também permite que a os fãs se conectem com ela, ao trazer um ser que, apesar de celestial, procura aprender com os humanos, compreendê-los, e até se relaciona em certas situações com estes.

Entende que apesar de estes terem uma curta passagem pelo mundo desperto, têm uma capacidade e sabedoria que merece ser apreciada.

Além de Sandman, é nos apresentada ainda a sua família, os seus irmãos: Morte, Desejo, Desespero, e e até Lucifer, estes ganham destaque em alguns episódios e em situações inusitadas que cativam pelas suas motivações, uns mais superficiais que outros.

Veja também  Entourage, a fórmula de Wahlberg que expôs Hollywood!

A série tem sido bem recebida e já conta com mais de 90% de aprovação da crítica especializada no Rotten Tomatoes.

Sandman: o Mestre dos Sonhos tem onze episódios (um deles especial) e todos eles estão disponíveis na Netflix.

Veja o trailer da série

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *