domingo, maio 19Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Riverdale exagera novamente, e passa dos limites em novo episódio…

Recentemente tivemos a volta de Riverdale, depois de um hiato que encerrou o arco de Rivervale no final do ano passado.

E como sempre a série voltou com uma proposta ainda mais diferente (e ousada) do que trouxe quando começou a sexta temporada. E pelo que parece eles não têm intenções de parar por aqui.

O episódio 6 que marcou o retorno da série, e revelou aquilo que eu mais temia. A série está de volta, e a CW passou dos limites mais uma vez.

Já lá vai o tempo em que a série era basicamente um drama sobre um grupo de adolescentes que investigava casos que de repente (ao menos era o que pensávamos) começaram a surgir na sua pacata cidade. A premissa apesar de simples era mais tolerável e, sendo justo, era agradável de assistir.

E, para ser sincero não estou muito familiarizado com os quadrinhos da Archie Comics, mas sinceramente é decepcionante o rumo que a série tomou de um tempo para cá.

Veja também  Stranger Things 4: Netflix pode ter em mãos a melhor série do Ano, análise da nova temporada (sem spoilers)

A última gota foi o facto de vermos, no episódio supracitado, que 2 dos protagonistas (Archie e Betty) basicamente ganharam superpoderes depois de terem escapado de um atentado sofrido em sua casa.

Basicamente, depois dos Goullies (inimigos naturais dos Serpents) terem deixado uma bomba por baixo da cama do agora casal. Uma explosão tomou conta da cena, mas felizmente e por alguma razão não tão bem explicada, o casal saiu ileso, e ainda melhor, com superpoderes.

Ao que parece quem não foi tão sortudo foi Jughead que acabou por ficar quase surdo em função do acontecido.

Outra cena que deixa a história ainda mais complicada é facto de o cão que também tinha sido vítima, e cujo diagnóstico veterinário ter, a partida, dito que este tinha quebrado as 4 patas, em menos de 24 horas depois ter sido completamente curado.

Veja também  11 Séries renovadas que regressam agora em Janeiro (2021)

Outras surpresas, é claro, também marcaram o episódio, que pessoalmente acho que foi um dos mais decepcionantes de toda a série, e o facto de a CW continuar a apostar em algo do género só pode significar duas coisas, muito conforto e muito dinheiro, ou muito descaso porque o fim está próximo.

Definitivamente, agora que ao que parece uma 7ª temporada já foi confirmada, espero que a série consiga dar a volta por cima e apagar essa trilha de vergonha que está a traçar, ou menos dar um fim misericordioso a tamanha barbaridade.

Veja o trailer do episódio em análise:

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *