sábado, fevereiro 24Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Riverdale! Vale a pena continuar? Crítica e análise da 4ª temporada.

Olá Cinetowners, tudo bem? Hoje trazemos até uma análise mais por fora sobre a última temporada que terminou de Riverdale (4ª), vamos ver os pontos de crítica e se vale a pena uma continuação!

Para começar, a série voltou em finais do ano passado (2019) e dedicou o primeiro episódio a encerrar o ciclo de Fred Andrews (interpretado por Luke Perry) na série após o falecimento do actor que interpretava o personagem, o que de certa forma trouxe uma nova abordagem lógica à série!

Como assim nova abordagem lógica? É muito simples, para quem não se lembra ou não sabe, o Archie teve uma grande fase de amadurecimento na 3ª temporada da série, para além de ter frequentado um centro de correcção de comportamento juvenil (ou algo assim), ele iniciou o seu próprio empreendimento e começou a trabalhar mais para ajudar a comunidade com o seu centro comunitário, para além de ter tido problemas com o Hiram Lodge e etc.

No entanto, com a morte de seu pai ficou claro que estava na altura de crescer, pois agora eram só ele e a mãe (pelo menos era o que ele pensava), além disso na nova temporada ele conheceu o seu tio Frank Andrews com quem nunca havia tido contacto e viveu várias situações que só vendo a série para entender.

Veja também  Breaking Bad, a melhor série de sempre?

Além disso, a temporada que tanto se esperava voltou para concluir o arco que deixou em aberto no final da 3ª temporada (Morte de Jughead), e embora tenha tido um desenrolar que por alguns episódios foi desapontante, devemos admitir que teve um desfecho muito bom.

Riverdale! Vale a pena continuar? Crítica e análise da 4ª temporada.
Archie, Betty e Verónica, a volta da fogueira queimando os pertences do Jughead, depois da sua “morte”.

A série teve um início muito bom, e um final que deixou com vontade de mais apesar de ter tido na fase intermédia muitas críticas por vários factores. Primeiro, a Betty se mostrou mais sombria do que imaginávamos e por momentos chegamos até a acreditar que o Hal tinha razão sobre facto de ela eventualmente sucumbir aos genes de Serial Killer (herança de seu pai).

Depois, a série mostrou que apesar do desenvolvimento dos personagens, o seu empenho em construir os seus impérios (Verónica e Cheryl), a afirmação da sua sexualidade e a luta pelos seus “direitos” (Fangs, Kevin, Reggie e Tony), os problemas de lidar com uma sociedade diferente da sua, sobretudo pela diferenciação de classes (Jughead e o grupo de Stonewall) e a forma como cuidam uns dos outros, eles não estão preparados para o mundo real, pois além de serem muito emocionalmente dependentes, eles são perigosos, têm traços de astúcia preocupantes e uma capacidade de mentir e de elaborar planos de certa forma maliciosos, muito além do normal.

Riverdale! Vale a pena continuar? Crítica e análise da 4ª temporada.

Mas, apesar de tudo a série foi renovada em Janeiro para uma 5ª temporada, e já se fala até em uma , só o tempo dirá. E eu concordo, a série nos deixou com vontade de saber como o grupo vai se virar agora que terminou o Liceu e cada um vai seguir o seu caminho para a vida adulta (fala-se até num salto temporal de 5 anos, não sei se é oficial), e essa parte pode ser aquele final, ou encaminhamento para o final que a série precisa, para que o show tenha o encerramento digno que com certeza merece.

Veja também  Riverdale exagera novamente, e passa dos limites em novo episódio...

Lembrando que a 5ª temporada vai ao ar em Janeiro de 2021, e até lá a 4ª temporada continuará a ser disponibilizada pela CW.

Então Cinetowner, gostou ou foi demais? Não esqueça de deixar a sua opinião nos comentários e me seguir nas redes sociais. Não esquece de partilhar o artigo com aqueles que você sabe que gostam da série

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *