sábado, fevereiro 24Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

House Of Gucci, conheça a história de um dos maiores impérios da moda.

A trama estrelada pelo icónica Lady Gaga estreou no início deste ano, e vem consolidar o portfólio da actriz como uma das artistas mais versatis e talentosas da indústria norte-americana, e claro, mundial.

Enredo e Actores

O filme conta com um elenco de peso composto por Adam Driver, Jared Letto, Al Pacino, Salma Hayek, entre outros, e conta a história de uma das famílias italianas mais historicamente importante no mundo da moda.

A trama centra-se no início, auge, e declínio do relacionamento de Maurizio Gucci e Patrizia Reggiani, e alimenta-se de todos os factores que levaram a que uma das marcas mais influentes do mundo se afasta-se daqueles que um dia ousaram dar a ela o seu nome.

 O filme com a duração de de mais de duas horas e meia, foi alvo de críticas mistas e, dentre estas, as das próprias herdeiras do sobrenome Gucci.

Veja também  Stargirl, o mais recente sucesso da DC! Conheça...

A história retrata também o assassinato do idealizador da marca, perpetuado pela sua alma gêmea numa altura em que Maurizzio havia se tornado o Gucci, líder do império da moda.

Crítica

Apesar do elenco pesado que compõe o filme, e talvez por causa desse facto, a obra não foi poupada das críticas sobretudo por ser um filme que se ambientava na Itália dos anos 70, 80 e 90, e os personagens mal falarem o idioma, tirando aqueles clichés a que todos nós já estamos habituados e até fartos.

Quem foi massacrado pela crítica pela sua performance durante a obra, foi o já conhecido actor Jared Leto, não só pela sua absurda caracterização, como pelo péssimo sotaque que o actor tentou fazer que o seu personagem incorporasse, há até quem diga que esta foi mais uma prova do que como actor, o artista é um grande cantor (entendeu o trocadilho 🙂 ).

Veja também  11 Séries renovadas que regressam agora em Janeiro (2021)

Mas enfim, qual é o meu conselho?

Assista… além da trama ser intrigante, alguns actores conseguiram de facto trazer a arte ao cinema, sem contar que Adam Driver entregou um Maurizzio Gucci que é, no mínimo, impressionante.

Particularmente, foi um pouco decepcionante a forma como as transições eram feitas entre as cenas, e sobretudo entre as épocas, porque, a certa altura, mal se consegue entender como é que mais de 15 anos se tinham passado entre o início e o final.

Mas ainda assim os protagonistas entregam-se com tal intensidade que a pessoa, consegue entender os elementos e factores que motivaram os dois lados da história.

Outra vénia vai para o eterno padrinho, Al Pacino, que performou um Aldo Gucci incrivelmente chamativo, não tem como dizer que esse filme não é bom, porque ele, de facto, é.

Veja também  La Casa de Papel: Coreia. Netflix anuncia data de estreia

Então, sejam bem-vindos de novo ao Cinetown, e não se esqueçam de partilhar com os amigos e chamar mais pessoas para nos ajudar a crescer, é muito bom estar de volta e espero que gostem dessa nossa recomendação, nós ficamos por aqui, valeu!

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *