sábado, fevereiro 24Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Gotham explica porque Bruce não mata os seus inimigos. Parte 1!

Lançada em 2014, Gotham tornou-se, durante a sua trajectória, numa das melhores séries do Universo DC.

A série mostrou-nos um novo olhar sobre aquele que é um dos muitos paradigmas da realidade de Gotham, lembrando que a DC mostrou-nos várias perspectivas sobre o mundo do Morcegão, podendo até ser considerados como Multiverso-Batman.

Na série foi apresentada uma versão do Batman, um pouco mais contida, se bem que, em certos momentos, muito sombria.

Sombria porquê?

Gotham, Premier

Para quem nunca viu, a série conta a história de Jim Gordon, um ex-militar, que se torna um detective novato na cidade de Gotham. E, logo na sua primeira noite de trabalho é designado para um caso que envolvia a morte de duas das maiores personalidades da cidade, Thomas e Martha Wayne, que acabavam de deixar um rapazinho orfão, Bruce Wayne.

Veja também

A série mostrou ao longo das temporadas o desenvolvimento daquele que viria a ser o Dark Knight, e é pelo facto de o personagem ter sido desenvolvido por um rapaz de 14 anos, que foi crescendo, que muitas das cenas são consideradas sombrias.

Veja também  Quantos velocistas existem actualmente no Arrowverse?(After Crisis...) Analise connosco.

Por exemplo, aos seus 16-17 anos, Bruce teve o seu envolvimento com o sobrenatural, foi obrigado (psicologicamente) a cometer asssassinat* e muito mais.

Voltando ao assunto…

A série trouxe-nos durante as temporadas vários vilões que contracenaram com Bruce, são os casos de Pinguim, Theo Galavan/Asrael, Ivy Pepper/Hera Venenosa, Jerome e Jeremiah Valeska/ Coringas, e muito mais.

Só que durante a série nós vemos também que ao enfrentar estes, Bruce teve sempre a chance de “cortar o problema pela raiz”, ou seja, eliminar os personagens.

No entanto isto não acontece, e acredito que pode servir de base para outras versões do personagem no DC-verse, por causa do código de honra de Bruce Wayne.

Batman sendo treinado por Alfred
Bruce Treinando com Alfred

Na série Bruce é treinado principalmente por Alfred, seu mordomo, e este o ensina que o pior que ele pode fazer é “mat*r alguém“, pois quando fizesse isso a sua personalidade mudaria para sempre, e não haveria volta.

Ao longo da série Alfred repete isso para Bruce inúmeras vezes, criando nele uma consciência que respeita sobretudo a vida, seja ela de quem for, boa ou má pessoa, portanto para Bruce a morte é sempre o último recurso.

Veja também  Sasha Calle interpretará Supergirl em The Flash (2022)

Acredito que estejam a se perguntar, mas como é que o Batman não mata os seus inimigos se tu mesmo disseste que ele já cometeu homicídio?

A resposta é simples, Gotham nunca abordou Bruce na perspectiva de este ser o Batman, várias vezes é denominado de Dark Night, mas isso não conta visto que as acções que a sociedade dos *Corvos* queria que o Dark Night praticasse, não se efectivaram.

Aliás, o Dark Night seria supostamente um vilão, o que não chegou a acontecer, visto que a natureza de Bruce é de bondade.

Comentário: Isso só acontece mesmo na TV, porque se matam a minha mãe, o meu pai, tentam me matar, e ainda ao meu mordomo, que é como um segundo pai para mim, eu parto para cima de todo o mundo sem pensar duas vezes.

Qual é DC não é um pouco de complexo de heroísmo exagerado!!!

Já quanto a presença do Batman, este só surgiu no final da última temporada da série quando Bruce retorna à Gotham, sendo que este tem pouco peso na série, mas são as lições de Alfred e Jim, assim como a necessidade que Gotham tem de se “curar” que eventualmente criaram essa identidade.

Veja também  Eva substituirá Lúcifer no Inferno? Vamos ver essa teoria louca!

Dizer, no entanto que o Batman de Gotham nunca matou, é correcto, uma vez que não vimos o personagem a actuar sobre essa identidade. Mas, para quem não sabe:

Gotham explica porque Bruce não mata seus inimigos.

Batman não é o Bruce, Batman é todo aquele que assumir a identidade e o traje para proteger Gotham seguindo os princípios de Bruce Wayne.

Então Cinetowner gostou do artigo? Eu sei que alguns de vocês querem que saia mais Marvel também e acreditem que está por vir.

Este artigo é a parte 1 de 2 que quero publicar sobre Gotham e brevemente falarei sobre a Série na sua essência e trarei mais conteúdos também sobre a Marvel.

Não esqueça de deixar um comentário, partilhar com aquele seu amigo Marvete (KKKKKK), e nos seguir nas redes sociais para estar actualizado!

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *