domingo, maio 19Entre em contacto para se juntar ao nosso team!

Eu, a patroa e as crianças, análise da série 15 anos depois!

My Wife and Kids, Eu, a patroa e as crianças, Patriarca com Estilo ou o que quiser chamar, foi uma das séries que mais marcaram o início do milênio e com razão!

A série que foi estrelada por Damon Wayans e Tisha Campbell Martin, e produzida pela Touchstone Television e pela Wayans Bros. Entertainment conta-nos a história de Michael Kyle um pequeno empresário afro-americano do ramo dos camiões e entregas, e a sua família não tão pacata nos subúrbios de Stamford, Connecticut .

Eu, a patroa e as crianças, análise 15 anos depois

A obra foi também uma das últimas grandes da Era Dourada das Sitcoms Afro-americanas (Se quiserem saber mais deixem nos comentários e enviem pedidos pelo direct no Instagram)

Ao longo de 5 temporadas, os fãs tiveram a oportunidade de acompanhar o desenvolvimento de uma das famílias mais queridas da TV americana, assim como as mais diversas situações engraçadas protagonizadas principalmente por aquele considerado um dos Melhores pais da TV!

Veja também  The Umbrella Academy, 3ª temporada tem trailer disponibilizado pela Netflix!

A série também tratou ao longo de vários anos temas muito importantes como descriminação racial, gravidez na adolescência e muito mais, não é atoa que depois do seu fim polêmico (deixem nos comentários se quiserem saber mais sobre nos comentários e no direct do Instagram), uma chuva de pedidos foram feitos para que a série fosse renovada para mais uma temporada, saíram até rumores de que a série estaria de volta, inclusive algumas fontes dizem que o próprio Damon Wayans, teria elaborado um script para a continuação da obra, mas como se sabe nada foi feito pelo menos nos últimos 15 anos!

Eu, a patroa e as crianças, análise 15 anos depois
Membros da família Kyle e seus parceiros!

A série também é conhecida por ter reunidos vários artistas ao longo
do tempo tais como : Raven Simoné, Terry Crews, Gary Coleman, Shaquille O’Neal, Michael Jordan entre outros.

A série é perfeita para familiares e amigos apesar de ser um family friendly +12! O Cinetown deixa como recomendação e com uma nota de 8.5/10.

Veja também  Riverdale! Vale a pena continuar? Crítica e análise da 4ª temporada.

Então Cinetowners, o que acharam do artigo? Não esqueçam de opinar nos comentários, partilhar, e me seguir nas redes sociais.

Sobre o Autor do Artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *